Ceratocone tem cura?

Ceratocone tem cura?

Você já ouviu falar de Ceratocone? Essa doença que atinge 1 a cada 20 mil brasileiros é mais comum entre pessoas que já possuem astigmatismo do que você imagina.

O Ceratocone é uma doença ocular responsável por afetar o formato e a espessura da córnea, resultando na percepção de imagens distorcidas.

Seu aumento está relacionado diretamente com o crescimento do astigmatismo. Inclusive, um dos principais sintomas da doença faz com que o paciente troque frequentemente o grau de astigmatismo.

Seu principal sintoma é a visão embaçada tanto para perto quanto para longe. Há também relatos de visão dupla (diplopia) ou percepção de várias imagens de um mesmo objeto (poliopia), fotofobia (sensibilidade excessiva à luz) e coceira.

Apesar dos sintomas, a presença do Ceratocone só pode ser diagnosticada através de exames. E quanto mais inicial é o estágio da doença, melhor para ter um tratamento mais eficaz.

O tratamento consiste em alternativas que proporcionem ao paciente conforto, visando sempre os melhores resultados e podem incluir o uso de óculos, lentes de contato e cirurgias.

 Os óculos são o primeiro passo para tratar a doença. Em casos que o astigmatismo irregular é ainda inicial eles podem trazer o conforto necessário.

Quando os óculos não conseguem corrigir o grau de astigmatismo, as lentes de contato são uma alternativa para assegurar a saúde da córnea.

As cirurgias para casos de Ceratocone avançado são o Crosslinking, transplante de córnea e o implante do anel corneano.

Quanto mais cedo for realizado o diagnóstico maiores são as chances de um tratamento efetivo. Agora que você já conhece um pouco mais sobre essa doença, procure se informar sempre com seu oftalmologista e fazer os exames necessários. Afinal, informação nunca é demais!

Sobre o autor

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *