O esforço pela acessibilidade dos canais da Ótica Optiluz

O esforço pela acessibilidade dos canais da Ótica Optiluz

Você já deve ter percebido que, em nossas redes sociais, passamos a utilizar as hashtags “#PraCegoVer” e “#PraTodosVerem”, certo? Mas você sabe o que isso significa?

Essas hashtags fazem com que o conteúdo postado nas redes sociais da Optiluz se torne acessível para pessoas com deficiência visual ou algum tipo de limitação.

O objetivo é contribuir para a inclusão de um grupo de pessoas, geralmente esquecido pela sociedade.

Sem acessibilidade no meio digital, as pessoas com deficiência precisam contar com a ajuda e a boa vontade dos outros para executarem tarefas simples, como navegar pela web.

O projeto da hashtag “#PraCegoVer” foi criado pela professora de Braille, Patrícia Braille, em 2012. Segundo ela, o objetivo do projeto era permitir o acesso de pessoas com este tipo de deficiência às redes sociais e, também, disseminar a cultura da acessibilidade.

A #PraCegoVer torna possível a “visualização” da postagem por cegos através do texto que descreve a imagem, já que essas pessoas utilizam softwares para leitura de tela. Ouvir uma descrição não substitui a visão, mas contribui para uma vida melhor daqueles que possuem alguma limitação.

A acessibilidade digital foi uma oportunidade para rever a comunicação adotada pela Optiluz e reestruturar todo o conteúdo, as redes sociais e o site.

A deficiência visual não é apenas considerada da perspectiva médica, mas do ponto de vista social. O processo de adaptação nos canais de comunicação permite proporcionar autonomia às pessoas com deficiência visual, além da sua compreensão e interação. Nesse sentido, quanto melhor a acessibilidade, mais integrado na sociedade o indivíduo poderá estar.

Diversas empresas voltaram seus olhares a esses grupos de pessoas e reinventaram a sua comunicação. Atualmente, a Optiluz é uma das únicas do segmento a adotar a iniciativa em Ponta Grossa e está aperfeiçoando o projeto cada vez mais.

Sobre o autor

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *